Modelo de pitch básico para você arrasar nos elevadores

Esbarrei em um artigo antigo do TechCrunch (de abril de 2012) que contava sobre uma competição de “pitchs de uma sentença” organizada pelo Founders Institute. 

O artigo desafiava os leitores a apresentarem seus “One Sentence Pitch” e para ajudá-los, colocaram uma fórmula bem bacana para criar o seu pitch básico:

Como muitos empreendedores enfrentam dificuldades com isso, decidi fazer algumas pequenas mudanças e traduzir para o português.

Modelo de pitch básico

Olá meu nome é (seu nome). Eu (o que você faz) na (nome da empresa), (O que o seu negócio faz) para (o tipo de cliente/segmento) que procuram (qual o problema que esse cliente/segmento tem).

Nosso diferencial é (coloque o diferencial que faz o seu negócio ser melhor/específico que as soluções atuais).

Resumindo em uma imagem (como o pessoal do Founders), ficaria mais ou menos assim:

Mas como ficaria com um exemplo real?

Olá, meu nome é Amure. Eu sou o CEO do Blogo, a forma mais fácil e rápida de escrever, publicar e gerenciar conteúdo em múltiplos blogs para blogueiros, escritores e profissionais de mídias sociais que procuram produtividade e simplicidade no seu dia a dia de criação.

Nós entregamos isso através de um app para Mac que permite aos nosso usuário gerenciar múltiplos blogs, moderar comentários, editar imagens fácilmente, trabalhar em modo offline, conectar com Evernote e insirir vídeo e imagens com 1 clique direto do browser.

Bacana? E aí, como ficou o seu? Coloque nos comentários o seu pitch e aguarde os feedbacks!


Eu escrevi este post usando o Blogo, um editor de blogs para Mac  Com o Blogo eu consigo editar imagens, gerenciar os comentários do meu blog, agendar posts, escrever mesmo sem internet em modo offline, sincronizar meus rascunhos com Evernote e muito mais. 😉  

Anúncios

SXSW Accelerator 2015. Sua startup em um dos maiores eventos de tecnologia, interatividade e inovação do mundo!


Resumo para você que está com o dia ocupado ou para você que terminou um pomodoro e tem alguns minutinhos de descompressão:

A 7a edição da competição de startups SXSW Accelerator está aberta e acontecerá no SXSW Startup Village no dia 14 e 15 de Março de 2015.

48 dentre mais de 500 startups serão selecionadas e apresentarão para um público super high level e uma banca de jurados internacionais, mostrando pro mundo as próximas inovações tecnológicas que veremos no futuro.

Se a sua startup for escolhida, seu time ganha acesso gratuito e exclusivo ao SXSW (um dos principais eventos de tecnologia, interatividade e inovação do mundo) além de destaque na mídia e conexões de altíssimo nível.

Se você continua lendo, parabéns. Você já eliminou 50% dos candidatos. 🙂

Uma platéia composta por investidores, jornalistas e milhares de pessoas de tecnologia, além de um painel de juízes especializados que irão descobrir as próximas inovações que pretendem mudar a forma como vivemos.

Sonho grande? Não para o SXSW. Na minha opinião (e de milhares de outros empreendedores) o maior evento de inovação digital do mundo que mistura tecnologia, interatividade, música e cinema.

O SXSW é o Burning Man para startups. — Yuri Gitahy, Aceleradora.

Startups usam o SXSW como plataforma de lançamento e de promoção. Todas estão lá: AirBNB, Twitter, Uber, Dropbox, Evernote etc e é fácil bater um papo com elas e tomar uma cerveja nos diversos happy hours que elas promovem nos seus espaços criados exclusivamente para o evento.

Vale uma espiada em um dos vídeos oficiais do evento:

Mas voltando ao SXSW Accelerator. O ponto alto do evento são as apresentações das startups. Empreendedores de alto impacto apresentam os seus negócios, os problemas que eles resolvem e como pretendem resolvê-los de forma inovadora e disruptiva. Uma verdadeira batalha de startups.

Resumindo, o SXSW Accelerator é uma das melhores oportunidade de ver de perto as inovações do futuro e para as startups, uma das melhores oportunidades de aparecer para o mundo.

Como funciona?

No dia 14 de março de 2015 (sábado) 48 startups terão o desafio de impressionar uma platéia ao vivo e uma banca de jurados com idéias, inovações, produtos e / ou serviços durante a primeira fase do evento.

Estas 48 empresas são selecionadas pelo Comitê de seleção do SXSW Accelerator dentre centenas de startups do mundo todo, que aplicaram para para o evento  até o dia 7 de novembro de 2014.

Onde e quando acontecerá o evento?

O evento acontece paralelamente ao SXSW Interactive, nos dias 14 e 15 de março, em Austin/TX – Estados Unidos. O local para as apresentações será o Startup Village no Hilton Austin Downtown.

Quais as minhas chances de ser selecionado?

O “SXSW Accelerator 2015” é uma competição EXTREMAMENTE competitiva. Esperamos entre 500 e 600 startups inscritas na 1a fase. Apenas 48 dessas entradas serão selecionados como finalistas e convidadas a apresentarem em março em Austin. 

Resumindo, fazer parte das selecionadas já é uma vitória que poucas (realmente poucas) startups podem se orgulhar. Essa vitória não significa que o seu negócio está no trilho certo, mas significa que no ponto de vista do pitch, persuação, visão e argumentação você está mandando muito bem!

Como participar e qual a data limite para inscrição?

07 de Novembro de 2014 é o último dia para as inscrições mas atenção: as inscrições encerram as 11:59pm de sexta-feira dia 07 de novembro de 2014, no horário Central (mais informações aqui), ou seja, não deixe para a última hora! Qualquer envio após esse horário não será considerado válido.

Se você está interessado em aplicar a sua startup para a competição “SXSW 2015 Interactive Accelerator”, clique no botão abaixo para acessar a página de inscrição oficial do evento.

FAQ e outras dúvidas

Sim. Para uma lista de perguntas e respostas frequentes sobre a competição de startups “SXSW Accelerator”, clique aqui. (Em inglês)

Para mais informações ou dúvidas sobre o SXSW Accelerator Awards, entre em contato com Chris Valentine.

Startup – Qual o problema que você resolve?

Quantas vezes não encontramos com empreendedores com dificuldade para explicar o que a sua startup faz? Provavelmente em algum momento, todos nós passamos por esse mesmo desafio.

Independente do estágio em que a sua startup se encontra, uma das formas mais fáceis de você explicar o que a sua startup faz é começando pelo “Problema”.

Continuar lendo

#Openlegal – Startups, papelada e o custo de oportunidade

Algumas pessoas dizem que para cada 10 startups no mercado brasileiro, apenas 1 irá atingir o sucesso. Eu tenho certeza absoluta que essa taxa é muito menor do que 10%. Sendo bem otimista, eu diria que menos de 2% das startups no Brasil duram mais de 2 anos, encontraram um modelo de negócio lucrativo e retornaram lucro para seus primeiros investidores (afinal o sucesso tem que ser para todos os envolvidos não é mesmo?).

Os motivos para a falha dos outros 98% são muitos e é impossível listar todos. Mas da mesma forma que o cinto de segurança reduz em 45% a chance de morte em uma batida de carro, quais iniciativas poderiam reduzir o risco de “quebra prematura” de algumas startups? Continuar lendo

Criatec II – E a minha startup com isso?

Na última sexta-feira o BNDES divulgou em seu site oficial o lançamento do Fundo Criatec II, destinado a apoiar empresas nascentes voltadas para inovação..

O destaque da nova versão do fundo criado em 2007 é o aumento do capital comprometido que passa de R$ 100 milhões para R$ 186 milhões. O aporte do BNDES será de R$ 124 milhões

O novo fundo fará aportes de capital em 36 empresas inovadoras que serão selecionadas por um gestor nacional escolhido pelo banco. Continuar lendo

Fazendo o seu primeiro pitch #likeaboss

Na minha curta história de investidor anjo, já presenciei excelentes projetos perdendo chances importantes por não terem um bom pitch afiado na ponta da língua. Já presenciei o contrário também: projetos longe do ideal ganharem sobrevida após um excelente pitch, e com isso conseguirem mais tempo para pivotar e encontrarem um bom caminho.

Em ambos os casos, a conclusão é a mesma: pitch é fundamental.

No último sábado dia 21/10, participei do YouPix apresentando a palestra “Big Boss – Como vender a sua idéia?” no palco Like a Boss do Sebrae. Entre 40 a 70 pessoas assistiram de olhos bem abertos algumas dicas e boas práticas para não derrapar na hora de vender o peixe.

undefined

 
Continuar lendo